Estudo de caso para identificação das causas de ruptura de estoque de uma empresa varejista têxtil

Fernando Henrique Aguiar, Rogerio Scabim Morano, Alcides Barrichello, Marcel Souza de Araujo, Mauricio Domingues Hristov, Rafael Martins Pedreira Correa

Resumo


Um dos principais problemas enfrentados pelos grandes varejistas está relacionado com o desabastecimento das gôndolas, os chamados pontos de ruptura. Estudos realizados desde a década de sessenta mostram que o progresso relacionado a este tema foi limitado. Os níveis de ruptura de estoque estão em torno de 8,3%. Além disso, a literatura sobre o assunto é insuficiente, pois poucos trabalhos se dedicam a investigar as causas da ruptura. O presente estudo tem como finalidade levantar os dados da ruptura de uma grande empresa varejista têxtil para uma categoria de produto e elaborar uma árvore de causas de ruptura. Para realização da pesquisa, utilizou-se a metodologia de análise quantitativa e qualitativa, por meio de softwares e aplicação de entrevistas com o objetivo de gerar e refinar os resultados. A partir dessa metodologia, foi possível identificar que 38,0% das causas das rupturas estão com foco em loja, isto é, o produto não está disponível na área de vendas e sim na retaguarda.

Palavras-chave: Ruptura. Falta de Estoque.Varejo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v9i3.1070

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122