Aplicando DEA para simplificar a avaliação de desempenho de programas de pós-graduação: um estudo com Programas de Engenharia Mecânica e Produção, 2001-2003

Rubens E. B. Ramos, Harlan J. G. Marcelice

Resumo


Apresenta-se uma aplicação da metodologia DEA (Data Envelopment Analysis – Análise de Envoltória de dados)
à avaliação de programas de pós-graduação, para simplificar a etapa quantitativa do processo. Aplica-se
um modelo CCR, orientado a produto com Região de Garantia, que implementa restrição aos pesos para os
produtos, em dois estágios, com dois produtos (outputs), titulados e produção científica e um insumo (input),
docentes, utilizando dados de programas de Engenharia de Produção e Engenharia Mecânica. Os resultados
sugerem que Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção são grupos distintos. A análise em dois estágios
mostrou-se útil em identificar programas “outstandings”, que podem ser relacionados para nota 6 ou 7, para
identificar os potenciais programas para nota 5, assim como para relacionar os “benchmarks” para melhoria
contínua dos programas com desempenho inferior. A análise de correlação de Pearson entre escores e notas
resultou em valores estatisticamente significantes (0,01) de 0,630 para o conjunto dos programas e de 0,857
para Engenharia Mecânica. Como principal conclusão, os resultados sugerem que a adoção de DEA, com a
formulação adotada, produz uma simplificação da parte quantitativa da avaliação atual.

Palavras-chave: DEA, Análise de Envoltória de Dados, Desempenho em Educação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i1.133

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page