Relação entre melhoria contínua e o sistema de avaliação de desempenho – estudo de caso em malharias retilíneas

Carlos Eduardo Sanches da Silva, Fabrícia Araújo

Resumo


A melhoria contínua, que têm se consagrado como uma das formas mais eficientes de elevar a
competitividade de uma empresa, cujo desempenho está relacionado à capacidade dessa em gerir seus
processos tradicionais – como desenvolver produtos, vender, fabricar, distribuir. O objetivo desta dissertação é
avaliar a relação entre os estágios de melhoria contínua propostos por Bessant, Caffyn, Gallagher (2001) e o
sistema de medição de desempenho. Para isso, foram selecionados e realizados, estudos de caso em malharias
retilíneas da cidade de Monte Sião. Nos estudos de caso realizados, foi identificada a relação entre o sistema de
medição de desempenho e os estágios de melhoria contínua. A limitação foi a relação entre os estágios pró-ativo
e capacidade total, pois não se identificou malharias que se enquadrassem nesses níveis. Verificou-se que o
tempo de existência das empresas, objetos de estudo de caso, apesar de trazer experiências, não demonstrou ser
um fator que influencia na evolução do nível de melhoria contínua. Os resultados identificaram que a melhoria
contínua depende: das exigências do mercado, da estratégia competitiva, da cultura, da infra-estrutura da
organização, bem como do papel do empresário como principal agente da implementação.

Palavras Chave: Melhoria contínua; medição desempenho; malharias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i1.146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122