Fatores intervenientes no armazenamento de laminados

Antonio Sporny Júnior, João Eduardo Alves

Resumo


O armazenamento busca garantir a qualidade e a redução de custos, guardando os materiais utilizados na fabricação de maneira adequada. O objetivo desse trabalho foi evidenciar as etapas que mais impactam negativamente no processo de armazenamento em empresas de laminação de madeira. A pesquisa é explicativa e descritiva, com caráter qualitativo, utilizando o procedimento caracterizado como estudo de caso. Os dados utilizados para análises foram coletados através de observações não participantes e de sete entrevistas com os colaboradores participantes do processo de armazenagem. Tudo isso foi proposto com a justificativa de que o processo de armazenamento é essencial para as organizações, uma vez que diminui as perdas quando bem executado, além de proporcionar melhores condições para o desenvolvimento das atividades. Após a análise e discussão dos dados coletados, pode-se verificar que dentre as etapas apresentadas pelo processo estudado, as que mais agem negativamente no processo como um todo são a identificação, estocagem e manuseio dos insumos; identificação e estocagem dos produtos semiacabados; e, por fim, a conferência e separação de pedidos dos produtos acabados.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i5.2473

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122