Empirical study of the meaning of work measurement scale

Rosemeire Colalillo Navajas, Eric David Cohen

Resumo


The meaning of work is increasingly aimed at providing fulfillment, personal identity and pursuit of professional purpose through a convergence of individual values and the work environment. This chain of events leads to a direct effect in personal motivation and organizational productivity. Accordingly, this paper aims to analyze the conceptual framework of the meaning of work model using confirmatory factor analysis, starting from a locally developed measurement scale. An empirical test is applied to data collected through a survey with 200 participants employed by a company located in the State of São Paulo, Brazil. The statistical analysis reveals the existence of two main dimensions, the first referring to justice at work, and the second to wear and dehumanization. The research demonstrates the need to employ confirmatory methods in order to provide the necessary basis for measurement scale validation with respect to the extant theory. The evidence herein presented allows us to conclude that the IMST construct is still being developed; continuous efforts are needed in order to ensure that the scale is effective and valid – in particular, with regards to the interaction between the personal and the social dimensions related to the meaning of work.


Texto completo:

PDF (English)

Referências


ASHFORD, S.J; CAZA, B.B; REID, E.M. From surviving to thriving in the gig economy: A research agenda for individuals in the new world of work. Research in Organizational Behavior, v.38, p.23-41, 2018.

ARAKAKI S. C.; LEITE U.R. Aspectos Motivacionais e o Significado do Trabalho em Concessionárias de Carros e Motos. Revista Interamericana de Psicología Ocupacional. v. 31, n.2, p. 85-100, 2012.

BARRO, S. C; BORGES, L.O; ALVARO, E.J.L. Economic changes and the meanings of work and money. Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, v.33, p. 23-31, 2017.

BENDASSOLLI, P. F; LIMA, F. C. Psicologia e trabalho informal: a perspectiva dos processos de significação. Psicologia & Sociedade, v. 27(2), p. 383-393, 2015.

BENDASSOLLI, P.F.; TADEO, L. The meaning of work and cultural psychology: Ideas for new directions. Culture & Psychology (online First), 2017.

BENNETT, N; LEMOINE, J. What VUCA Really Means for You. Harvard Business Review, v.92, n. 1/2, 2014.

BIDO, D. Escalas como ferramentas de diagnóstico e gestão: que peso dar aos dados (análise fatorial exploratória) e que peso dar à teoria e pesquisas anteriores (análise fatorial confirmatória)? Apresentação oral no Painel Paralelo EPQ (P-EPQ4) – EnANPAD, 2014.

BLAKE, A.A; RICHARD, P.D; RYAN, D.D. Meaningful Work as a Moderator of the Relation Between Work Stress and Meaning in Life. Journal of Career Assessment, v.24, p 429–440, 2016.

BOAS, A. A. V; MORIN, E.M. Sentido do Trabalho e fatores de qualidade de vida no trabalho: A percepção de professores brasileiros e canadenses. Revista Alcance, Eletrônica, v. 23, n. 3, 2016.

BORGES, L. O. Os atributos e a medida do significado do trabalho. Psicologia: teoria e pesquisa, v.13(2), p. 211-221, 1997.

BORGES, O.; ALVES, A. F. A mensuração da motivação e do significado do trabalho. Estudos de Psicologia, v.6, n. 2, julho - p. 177-194, 2001.

__________________________A estrutura fatorial do Inventário do Significado e Motivação do Trabalho, IMST. Avaliação Psicológica, v. (2)2, p.123-145 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2003.

BORGES, O.; ALVES, A.F.; TAMAYO A. Motivação e significado do trabalho. Livro Medidas do comportamento organizacional: Ferramentas de diagnóstico e de gestão. Mirlene Maria Matias Siqueira (org.). Porto Alegre: Artmed. p. 217-237/2008 e apêndice, 2008.

BORGES, L. O.; YAMAMOTO, O. H. Mundo do trabalho: construção histórica e desafios contemporâneos. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, p. 25-72, 2014.

BORSA, J.; DAMASIO, B.; BANDEIRA, D. Adaptação e validação de instrumentos psicológicos entre culturas: Algumas considerações. Paidéia (Ribeirão Preto), v. 22(53), p. 423-432, 2012.

CASSAR, L; MEIER, S. Nonmonetary Incentives and the Implications of Work as a Source of Meaning. Journal of Economic Perspectives. v. 32, n.3 p. 215–238, 2018.

CARVALHO, J. B. Motivação no Setor Público: aplicação da ferramenta Inventário da Motivação e do Significado do Trabalho (IMST) aos técnicos administrativos da Faculdade de Ciências da Saúde Do Trairi – FACISA Universidade do Sul de Santa Catarina, 2015.

COMIN, L. C; PAULI, J. The Meaning of Work, Organizational Socialization and Work Context: The Perspective of Migrant Workers. Revista de Administração Mackenzie, v. 19, n. Special, p. 1-29, 2018.

CORE TEAM. A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. URL https://www.R-project.org., 2016.

DEMO, G; PASCHOAL, T. Well-Being at Work Scale: Exploratory and Confirmatory Validation in the USA. Paidéia, v. 26, p. 35-43, 2016.

FALGUERA, F.P.S. et al. Impactos do desenvolvimento humano e desigualdade sobre o nível de satisfação com o trabalho. XXIV SIMPEP - Simpósio de Engenharia de Produção. Bauru, 2017.

FARIAS, M. R. et al. O significado do trabalho para profissionais de saúde da Atenção Básica. CIAIQ2018- 7º Congresso investigação Qualitativa em Saúde. V 2; 2018.

FASBENDER, U; WANG, M; VOLTMER, J.B.; DELLER, J. The Meaning of Work for Post-retirement Employment Decisions. Work, Aging and Retirement, Oxford Academic, V.2, P.12–23, 2016.

GOMES, P.B. O Significado e a Motivação do Trabalho para Estagiários. Trabalho de Conclusão Curso Universidade de Rio Verde – Fesurv- ENAP, 2014.

HACKMAN, J. R; OLDHAM, G.R. Motivation through the design of work: test of a theory. Organizational Behavior and Human Performance, v. 16, p. 250-279, 1976.

HAIR J.J. et al. Análise multivariada de dados. 6 ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HINKIN, T. A brief tutorial on the development of measures for use in survey questionnaires. Organizational Research Methods, v.21, n.5, p.967-988, 1995.

_________A brief tutorial on the development of measures for use in survey questionnaires. Organizational Research Methods, v.1 (1), p. 104-121, 1998.

HINKIN, T., TRACEY, J., ENZ, C. Scale construction: developing reliable and valid measurement instruments [Electronic version]. Retrieved March 22, 2017 from Cornell University site: http://scholarship.sha.cornell.edu/articles/613, 1997.

JORESKOG, K. G. Factor analysis and its extensions. Em R. Cudeck & R. C. MacCallum (Eds.). Factor analysis at 100: historical development and future directions p. 47-78. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum, 2007.

KILIMNIK, Z. M. et al. O significado do trabalho: um estudo com professores de administração em uma universidade. Revista Lugares de Educação, RLE, Bananeiras-PB, v. 5, n. 11, p. 3-27, Ago.-Dez., 2015.

KUBO, S. H.; GOUVÊA, M. A.; MANTOVANI, D. M. N. Dimensões do significado do trabalho e suas relações. Pretexto, v. 14, n. 3 p. 28-49, 2013.

LEITE, R. A. L; BARRICHELLO, A; MORIN, E. M. Os Sentidos do Trabalho para profissionais de enfermagem: Um estudo multimétodos. RAE FGV, São Paulo, v. 56, n. 2, p.192-208, 2016.

LOURENÇO, C. D. S.; FERREIRA, P. A.; BRITO, M. J. O significado do trabalho para uma executiva: a dicotomia prazer e sofrimento. Organizações em Contexto, v. 9, n. 17, p. 247-279, 2013.

LOPES, E.M.C; LEITE, L.P. Deficiência adquirida no trabalho em policiais militares: significados e sentidos. Psicologia & Sociedade, v. 27(3), p. 668-677, 2015.

MAGALHÃES, R.M. Motivação no trabalho em tecnologia de informação: o estudo de caso de uma instituição financeira brasileira. Monografia Universidade de Brasília, 2011.

MARTINS, M. et.al. Investigação quanto à percepção dos trabalhadores sobre os riscos em seu ambiente de trabalho: um estudo nos postos de combustíveis da cidade de Pelotas-RS. GEPROS. Gestão da Produção, Operações e Sistemas, Bauru, Ano 14, nº 4, out-dez/2018, p. 1-23, 2018.

MICHELS, M.; PIVA, S.Z. Motivação e significado do trabalho: Uma análise com colaboradores de uma empresa do segmento alimentício. Revista RIUNI Unisul, 2017.

MORIN, E. M. Os sentidos do trabalho. RAE: Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 14(3), p. 8-19, julho/setembro, 2001.

____________ Sens du travail : définition, mesure et validation. In C. Vandenberghe, N. Delobbe, & G. Karnas (Eds.), Dimensions individuelles et sociales de L’investissement professionnel) p. 11-20. Louvain la Neuve : UCL , 2003.

MOURA, G.; PRADO, M. Significado e Motivação do trabalho: Estudo da relação do trabalhador brasileiro com o trabalho e sua real motivação, Trabalho de conclusão de curso da Universidade Estadual de Campinas, 2016.

MOW, M. of W.I.R.T. The meaning of work International Research Team. London, UK: Academic Press 1987.

NEVES, D.R; NASCIMENTO, R.P; FELIX, M.S; SILVA, F.A; ANDRADE, R.O.B. Sentido e significado do trabalho: uma análise dos artigos publicados em periódicos associados à Scientific Periodicals Electronic Library. FGV EBAPE, v. 16, nº 2, p. 38-330, 2018.

OLIVEIRA, A.F.; SOUZA, M. A. Confiança do empregado na organização: o impacto dos valores pessoais e organizacionais. Revista Psicologia: Organizações e Trabalho, abr-jun 2014, p.204-217, 2014.

PEREIRA, E. F.; TOLFO, S.R. Estudos sobre sentidos e significados do trabalho na psicologia: uma revisão das suas bases teórico-epistemológicas. Psicologia Argumento. V. 34, p.302-317, 2016.

PETEROSSI, H.G.; SIMÕES, E.A.; SANTOS, M.L.N. Gestão de pessoas nos contratos de terceirização. GEPROS Gestão da Produção, Operações e Sistemas, Bauru, Ano 9, nº 3, jul-set/2014, p. 131-148 6, 2014.

PINHEIRO, R.A.; BENDASSOLLI, P.F.; BORGES, L.O. Inventário do significado do trabalho: explorando evidências de validade no setor de edificações. Estudos e Pesquisas em Psicologia, vol. 17, núm. 1, enero-marzo, 2017, p. 46-64, 2017.

PUYOU, F. R; FAY, E. Cogs in the Wheel or Spanners in the Works? A Phenomenological Approach to the Difficulty and Meaning of Ethical Work for Financial Controllers. Journal of Business Ethics.v.128, p.863–876, 2015.

ROHM, R. H. D.; LOPES, N. F. O novo sentido do trabalho para o sujeito pós-moderno: uma abordagem crítica. Cadernos EBAPE.BR, v. 13, n. 2, p. 332-345, 2015.

ROSSEEL Y. L. An R Package for Structural Equation Modeling. Journal of Statistical Software, v 48(2), p. 1-36, 2012.

ROSSO, B. D.; DEKAS, K.H.; WRZESNIEWSKI, A. On the meaning of work: A theoretical integration and review. Research in Organizational Behavior, v.30, p.91-127, 2010.

SCHONBERGER, R.J; BROWNB, K.A. Missing link in competitive manufacturing research and practice: Customer-responsive concurrent production. Journal of Operations Management, v.49, p. 83-87, 2017.

SERRANO, F.M; BOADA, G.J; GIL, R.C; VIGIL, C.A. Spanish adaptation of the Passion Toward Work Scale (PTWS). Anales de Psicología, v.33 (2), p. 403-410, 2017.

SIQUEIRA, M.M.M. Medidas do comportamento organizacional: Ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed. p. 217-237/2008 e apêndice, 2008.

STEGER, M. F; DIK, B. J; DUFFY, R. D. Measuring meaningful work: The work and meaning inventory (WAMI). Journal of Career Assessment, v.20, p. 322–337, 2012.

ULLAHY, M. M; FOSSEY, E; STUCKEY, R. The meaning of work after spinal cord injury: a scoping review. ISCS-International Spinal Cord Society. v. 56, p. 92-105, 2018.

WORTHINGTON, R.; WHITTAKER, T. Scale Development Research: A Content Analysis and Recommendations for Best Practices. The Counseling Psychologist, v. 34, n. 6, p. 806–838, 2006.




DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v15i2.2480

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122