Desafios e oportunidades para a exportação dos biocombustíveis brasileiros

Breno Barros Telles do Carmo, Marcos Ronaldo Albertin, Nadja Glheuca da Silva Dutra, Heráclito Lopes Jaguaribe Pontes

Resumo


O Brasil destaca-se como grande produtor mundial de biocombustíveis. Existe um grande potencial de crescimento deste mercado, devido ao interesse mundial em torno das energias renováveis. Porém, discutem-se vários aspectos da sustentabilidade do processo de geração de biocombustíveis, tais como: impacto socioambiental e econômico, exploração de mão-de-obra, impacto na diversidade animal e vegetal, impacto na produção mundial de alimentos, dentre outros. O presente artigo faz uma investigação sobre a adequação dos biocombustíveis brasileiros aos quesitos de certificação existentes no mundo. Foram levantados os principais critérios que são abordados nas normas de certificação existentes. Posteriormente, explorou-se a situação dos biocombustíveis brasileiros, perante estas normas, obtendo-se um quadro-resumo do setor. Comparando-se os principais biocombustíveis brasileiros, observam-se maiores oportunidades, no mercado externo, para o biodiesel que para o etanol. Conclui-se que a aplicação de uma metodologia de certificação de biocombustíveis no Brasil pode trazer benefícios para esta cadeia produtiva, garantindo a sustentabilidade do negócio.

Palavras-chaves: Cadeia de Valor; Biodiesel; Certificação.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i2.333

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122