Novos métodos para a elaboração de layouts distribuídos visando minimizar o grau de distribuição a um tempo computacional satisfatório

Yung Chin Shih, Eduardo Vila Gonçalves Filho

Resumo



O bom desempenho operacional do layout maximamente distribuído para o processamento de um conjunto de
peças (com ou sem flexibilidade de processo) em relação aos demais layouts distribuídos se deve ao fato de que
máquinas do mesmo tipo possuem bom espalhamento. Entretanto, a obtenção deste tipo de layout (e seu respectivo
grau de distribuição) pelo algoritmo genético demanda elevado tempo computacional quando o layout
é de porte grande (muitas máquinas). O layout aleatoriamente distribuído, apesar de demandar menos tempo
para a geração, é o que mais aproxima dos resultados do maximamente distribuído em relação aos layouts parcialmente
distribuídos e funcionais, porém ainda com desempenho operacional um pouco inferior. O objetivo
deste trabalho é apresentar novas metodologias para a geração dos layouts distribuídos de grande porte que
possam satisfazer tanto o desempenho operacional quanto o tempo na geração dos layouts. Para comprovar a
eficácia dos métodos apresentados, resultados computacionais são coletados e comparados entre si variando-se
os tamanhos de layouts e tipos de máquinas.

Palavras-chave: Layouts distribuídos; Graus de distribuição; Tempos de CPU.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v3i3.472

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122