Comportamento adotado pelos agricultores familiares no uso e manuseio de agrotóxicos: um estudo de caso no Assentamento Guapirama em Campo Novo do Parecis-MT.

Adelice Minetto Sznitowski, Nilton Luiz Menegon

Resumo


O objetivo deste artigo foi abordar a questão dos agrotóxicos, em relação aos procedimentos ado-ados pelos agricultores, tendo em vista os riscos para a saúde. Diante disso, o estudo realizado buscou identificar a postura adotada pelos agricultores, no uso e manuseio de agrotóxicos. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica direcionada ao tema, englobando aspectos como o surgimento dos agrotóxicos, sua introdução no Brasil, os riscos à saúde e medidas de proteção. Também, foi feita pesquisa de campo, junto a três famílias de agricultores assentados no Assentamento Guapirama, localizado no município de Campo Novo do Parecis-MT, junto aos quais se efetuou um acompanhamento do processo que envolve o cultivo da soja, em todas as suas fases: preparo do solo, plantio, tratos culturais e colheita. Cultura esta apresenta uso intensivo de agrotóxicos, especialmente na fase relativa aos tratos culturais. Os dados resultantes da observação in loco evidenciaram uma realidade de total despreparo desses agricultores ao trabalhar com tais produtos, o que resulta de falta de conhecimento sobre a forma correta de manipular agrotóxicos.

Palavras-chave: Agrotóxico; procedimento; risco.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i2.514

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page