Avaliação de uma unidade de processamento de roupas de serviços de saúde a partir da análise ergonômica do trabalho

Michelle Miranda Santana, Carla Cristina da Silva, Simone Caldas Taveres Mafra, Vania Eugênia da Silva, Carla Soares Monteiro

Resumo


Este estudo objetivou verificar o uso de Equipamentos de Proteção Individual, bem como as condições do espaço fisico, os índices de temperatura e do nível sonoro de uma Unidade de Processamento de Roupas de Serviço de Saúde (UPRSS). O estudo foi desenvolvido em uma UPRSS localizada na cidade de Viçosa - MG, envolvendo nove funcionárias com tempo de serviço superior a quatro anos na instituição. Utilizou-se como método de estudo a AET, além de observações, anotações, entrevista estruturada e semi estruturada. Em relação à temperatura e ruído, verificou-se que estas variáveis dentro da Unidade estavam dentro dos limites aceitaveis estiulados pela NR15. Constatou-se que as funcionárias faziam uso do EPI e tinham conhecimento sobre os riscos que o local de trabalho oferecia: risco de acidentes, contaminação, lesões musculares, alergias provocadas por produtos químicos e riscos mecânicos. A partir dos resultados, definiu-se um conjunto de ações visando melhorar a organização e a compreensão dos postos de trabalho, considerando um horizonte temporal de curto, médio e longo prazo.

Palavras-chave: Análise Ergonômica do Trabalho; Unidade de Processamento de Roupa de Serviço de Saúde; EPI.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i4.521

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page