Intervenção do risco biomecânico na dor: um estudo de caso no setor de offset de uma gráfica

Angela Weber Righi, Leonardo Rocha Rodrigues

Resumo



A presença de fatores de risco para o desenvolvimento de Distúrbios Ocupacionais Relacionados ao Trabalho (DORT) é evidenciada em diversas atividades. O objetivo do presente estudo foi verificar a correlação existente entre o risco biomecânico e a presença de dor em 18 trabalhadores do setor de offset de uma gráfica. A meto- dologia utilizada para a execução do objetivo proposto foi o Método RULA (Rapid Upper Limb Assessment) e o Diagrama de Corlett e Bishop modificado. A análise dos dados mostra a presença de dor surgindo e/ou aumentando no decorrer do dia de trabalho, não podendo ser correlacionada ao tempo de serviço e idade dos colaboradores. Os locais com maior indicação de dor foram tornozelos e pés, seguidos de ombros, braços e cos- tas, na região superior. O grau de risco biomecânico apresentou média 5,21 e necessita de maior investigação. Conclui-se que, conforme resultados obtidos com esta pesquisa, existe uma correlação entre o risco biomecânico e a presença de dor no setor de offset da empresa gráfica estudada. Sugere-se a continuidade desse estudo, visan- do uma maior investigação dos pontos encontrados e sugestões para os aspectos que necessitam modificações, tendo sempre como foco a melhoria da saúde ocupacional dos trabalhadores. Palavras-chave: risco biomecânico; dor; Método RULA; indústria gráfica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v1i1.736

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122