Cultura organizacional e sucessão em um laboratório de análises clínicas

Marcio Pedroso Juliani, Michael Vieira do Amarante, Vania Gisele Bessi, Carlos Costa

Resumo


A trajetória das empresas familiares é marcada pela cultura organizacional que se constitui a partir dos princípios organizacionais instituídos pelos valores de seu fundador. Quando a organização passa por um processo sucessório, muitos conflitos podem ser gerados, especialmente se ocorrer de modo repentino e sem preparação da equipe. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto gerado na cultura organizacional frente ao processo sucessório vivenciado em um laboratório de análises clínicas que atua há mais de 40 anos no município de Passo Fundo/RS. O estudo foi desenvolvido a partir da comparação da percepção dos colaboradores sobre a mudança na gestão. Os dados foram obtidos por meio de um questionário estruturado, o qual foi aplicado no ambiente de trabalho a todos os colaboradores. A percepção dos membros da unidade é positiva quanto ao processo sucessório, sem mudanças bruscas na cultura da organização, sendo de importante destaque que a sucessão ocorra de forma planejada.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v11i2.1431

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page