Uma Proposta de Melhoria no Arranjo Físico de Uma Fábrica do Setor Têxtil

Murilo Coleone, Nádia Junqueira Martarelli Fróes

Resumo


Perante ao aumento da competividade, diversas empresas têm investido na melhoria dos seus processos produtivos, visando um aumento da eficiência e efetividade. Uma das formas de obter tais resultados, é realizar melhorias no arranjo físico do chão de fábrica. Dessa forma, este artigo tem como objetivo realizar um estudo de caso em uma empresa no setor têxtil, situada no interior do estado de São Paulo, visando desenvolver uma proposta de melhoria no layout de um setor específico. Para isso, realizou-se o diagnóstico da situação atual, e elaborou-se uma proposta de layout. As melhorias obtidas pelo novo arranjo físico contemplam eliminação de movimentações desnecessárias e diminuição do retrabalho.

Palavras-chave


Lean manufacturing; Arranjo físico; Layout; Organização industrial; Estudo de caso.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, J. Sistemas de Produção: Conceitos e práticas para o projeto e gestão da produção enxuta. Porto Alegre: Editora Bookman, 2008.

CORRÊA, H.; CORRÊA, C. Administração de Produção e Operações. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

COSTA, R. S. P. Fluxo de Informação e Materiais. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica. Porto, Portugal, 2013.

CUSUMANO, M. A. The Japanese Automobile Industry: Technology and Management at Nissan and Toyota. Harvard University Asia Center, 1985.

FERNANDES, F.; TAHARA, C. Um sistema de controle da produção para a manufatura celular parte I: sistema de apoio à decisão para a elaboração do programa mestre de produção. Gestão & Produção, v. 3, n. 2, p. 135-155, 1996.

GODINHO FILHO, M.; FERNANDES, F. C. F. Manufatura Enxuta: Uma Revisão que Classifica e Analisa os Trabalho Apontando Perspectivas de Pesquisas Futuras. Gestão & Produção. v. 11, n. 1, p. 1-19, 2004.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos da metodologia científica. 5ª ed., São Paulo: Atlas, 2003.

MARTINS, P. G.; LAUGENI, F. P. Administração da Produção. São Paulo: Saraiva, 1998.

MAYNARD, H. B. Manual de Engenharia de Produção. São Paulo: Edgard Blucher, 1970.

PEINADO, J.; GRAEML, A. R. Administração da Produção: operações industriais e de serviços. Curitiba: Unicenp, 2007.

SALGADO, E. G. Análise da aplicação do mapeamento do fluxo de valor na identificação de desperdícios do processo de desenvolvimento de produtos. Gestão & Produção, v. 16, n. 3, p. 344-356, 2009.

SHAH, R.; WARD, P. T. Lean manufacturing: context, practice bundles, and performance. Journal of Operations Management, v. 335, p. 1-21, 2002.

SLACK, N.; CHAMBERS S.; JOHNSTON R. Administração da produção. 3. ed. SÃO PAULO: Atlas, 2009.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. A mentalidade enxuta nas empresas. 5. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1998.




DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i3.2608

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista GEPROS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122