Gestão de Micro e Pequenas Empresas: Uma proposta pedagógica para o desenvolvimento de uma disciplina do curso de Engenharia de Produção

Thairone Ezequiel de Almeida

Resumo


O elemento central deste artigo foi realizar um exame sistemático dos principais itens existentes na literatura para elaborar uma proposta pedagógica no desenvolvimento da disciplina de Gestão de Micro e Pequenas Empresas (GMPE) do curso de Engenharia de Produção. Perante o contexto, buscou-se fazer um estudo exploratório nas diretrizes curriculares do curso e na literatura relacionada à gestão de empresas de pequeno porte. Como resultado, ressalta-se a construção de um quadro sinóptico para sistematizar o Plano de Trabalho Docente (PTD) e justificar a sua proposta pedagógica, metodologias, materiais textuais, recursos tecnológicos e processos de avaliação a serem utilizados nas aulas da disciplina. Dessa forma, espera-se que este estudo seja relevante do ponto de vista acadêmico, pois abrange a estruturação de um PTD da disciplina de GMPE para o curso de Engenharia de Produção, podendo ser adaptado para outras composições curriculares. As conclusões provenientes da pesquisa destacam o quanto é importante o planejamento educacional no ensino superior, bem como a relevância da abordagem de particularidades das micro e pequenas empresas no processo de ensino-aprendizagem do engenheiro de produção.


Palavras-chave


Educação no Ensino Superior; Plano de Trabalho Docente; Planejamento Educacional; Engenharia de Produção; Micro e Pequena Empresa

Texto completo:

PDF

Referências


ABEPRO. Associação Brasileira de Engenharia de Produção. Engenharia de produção: grande área e diretrizes curriculares. Rio de Janeiro: ABEPRO, 1998.

BELHOT, R. V.; FREITAS, A. A.; DORNELLAS, D, V. Benefícios do conhecimento dos estilos de aprendizagem no ensino de engenharia de produção. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENSINO DE ENGENHARIA, 33, 2005, Campina Grande. Anais... Campina Grande: ABENGE/UFCG-UFPE, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CES nº 11, de 11 de março de 2002. Institui Diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em engenharia. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2017.

BUCULESCU, M. M. Harmonization process in defining small and medium-sized enterprises: arguments for a quantitative definition versus a qualitative one. Theoretical & Applied Economics, v. 20, n. 9, p. 103-114, 2013.

CARMO, B. B. T.; BARROSO, S. H. A.; ALBERTIN, M. R. Aprendizagem discente e estratégia docente: metodologias para maximizar o aprendizado no curso de Engenharia de Produção. Produção Online, v. 10, n. 4, p. 779-817, 2010.

CAVALCANTI, M. F.; MARTINELLI, D. P. As políticas públicas de apoio às micro, pequenas e médias empresas (MPME): o caso de um município no Interior de São Paulo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS, 3, 2007, Florianópolis. Anais... Florianópolis: FEARP-USP, 2007.

CÊRA, K.; ESCRIVÃO FILHO, E. Particularidades de gestão da pequena empresa: condicionantes ambientais, organizacionais e comportamentais do dirigente. In: ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO DE PEQUENAS EMPRESAS, 3, 2003, Brasília. Anais... Brasília: UEM/UEL/UnB, 2003.

CRNKOVIC, L. H.; MORETTI, S. L. A. Gestão de micro e pequenas empresas: uma proposta de disciplina para a formação do engenheiro. Gestão da Produção, Operações e Sistemas (GEPROS), v. 7, n. 4, p. 11-24, 2012.

DINIZ, I. B. S. Os tipos de pesquisa. In: _____. (Org.). Trabalho de Conclusão de Curso I: fundamentos e metodologia de pesquisa. São Paulo: SENAC, 2013. p. 1-19.

FILION, L. J. Free Trade: The need for a definition of small business. Journal of Small Business & Entrepreneurship, v. 7, n. 2, p. 31-46, 1990.

GESSER, V.; RANGHETTI, D. S. O currículo no ensino superior: princípios epistemológicos para um design contemporâneo. Revista e-curriculum, v. 7, n. 2, p. 1-23, 2011.

LEONE, N. M. C. P. G. A dimensão física das pequenas e médias empresas (PME’s): à procura de um critério homogeneizador. Revista de Administração de Empresas (RAE), v. 31, n. 2, p. 53-59, 1991.

LEONE, N. M. C. P. G. As especificidades das pequenas e médias empresas. Revista de Administração (RA-USP), v. 34, n. 2, p. 91-94, 1999.

LIMA, E. O. As definições de micro, pequena e média empresas brasileiras como base para a formulação de políticas públicas. In: ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO DE PEQUENAS EMPRESAS, 2, 2001, Londrina. Anais... Londrina: ANEGEPE, 2001.

MARTINS, J. G. F. Proposta de método para classificação do porte das empresas. 2014. 77 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Mestrado Profissional em Administração, Universidade Potiguar, Natal, 2014.

MORAES, G. D. A.; TERENCE, A. C. F.; BIGATON, A. L. W.; ESCRIVÃO FILHO, E. A estruturação organizacional das micro e pequenas empresas. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 4, 2007, Resende. Anais... Resende: AEDB, 2007.

NEVES, I. S. V. Planejamento educacional no percurso formativo. Revista Docência no Ensino Superior, v. 2, n. 1, p. 86-96, 2012.

PEREIRA, E. M. A.; CARNEIRO, A. M.; GONÇALVES, M. L. Inovação e avaliação na cultura do ensino superior brasileiro: formação geral interdisciplinar. Avaliação (Campinas; Sorocaba), v. 20, n. 3, p. 717-739, 2015.

UHLMANN, V. O.; RAMBO, D. A.; MADRUGA, S. R.; BRONDANI, G. A importância estratégica da utilização dos mecanismos de logística de aquisição e distribuição pelas MPE’s. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 3, 2006, Resende. Anais... Resende: AEDB, 2006.

WANKE, P. F.; MAGALHÃES, A. Logística para micro e pequenas empresas. São Paulo: Atlas, 2012. 176 p.




DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i3.2609

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122