Modelo conceitual para a introdução das práticas de sustentabilidade nas operações da indústria gráfica

Dalton Alexandre Kai, Edson Pinheiro de Lima, Sergio Eduardo Gouvea da Costa

Resumo


Há uma preocupação mundial com o desenvolvimento global e isso tem obrigado as organizações a modificarem sua gestão e operações a fim de se manterem competitivas, até pela própria sobrevivência. Passar a desenvolver-se de forma sustentável significa ser economicamente viável, mudar cada operação com o propósito de diminuir ou mesmo não gerar resíduos, conservar energia e os recursos naturais, ser segura e não maléfica aos trabalhadores, comunidade e consumidores. Percebe-se que as empresas que compõem o setor gráfico brasileiro ainda não têm essa compreensão. O objetivo geral da pesquisa é propor um modelo conceitual, apoiado no Triple Bottom Line (3BL), para as práticas de sustentabilidade nas operações da indústria gráfica. Por meio de um processo de revisão bibliográfica, buscou-se examinar as particularidades das operações desta indústria, diversas visões sobre questões econômicas, ambientais e sociais envolvendo diretamente as operações. Com base no do modelo apresentado espera-se que possa ser aplicado, e que venha a tornar-se ser um ponto de partida, permitindo as empresas gráficas a adequarem seus modos de operação, adotando as melhores praticas sustentáveis, em favor do desenvolvimento sustentável.

Palavras-chave: Indústria Gráfica. Gestão de Operações. Sustentabilidade. Desenvolvimento Sustentável.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v9i4.1175

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122