A percepção dos trabalhadores experientes no processo de tomada de decisão

Guilherme Fernando S. de Araújo, Vitor Guilherme Carneiro Figueiredo, Hugo José Ribeiro Junior, Michelle Karine Figueiredo

Resumo


O presente artigo analisa a complexidade do corpo histórico dos trabalhadores experientes nas organizações, especialmente no tocante à experiência sincronizada e à percepção no processo de tomada de decisão. Desta forma, o objetivo deste estudo é evidenciar as estratégias de regulação mobilizadas no decorrer da ação por esses trabalhadores. As principais vertentes da criação e da transmissão do conhecimento tácito e da fenomenologia da percepção são apresentadas de uma forma que possibilite a confrontação de ideias sobre seguir ou não seguir as regras. A pesquisa foi desenvolvida no Centro de Operação do Sistema de uma grande companhia energética de Minas Gerais. Os métodos utilizados para a pesquisa foram a Análise Ergonômica do Trabalho e a pesquisa-ação, compreendendo a imersão no campo de trabalho e a identificação de julgamentos e de “atalhos” relacionados à cognição e à percepção. A amostra de conveniência foi constituída por cinco técnicos que atuam no setor de geração de energia. Os resultados evidenciaram que a percepção incorporada e a expertise situada auxiliam os trabalhadores no seu processo de tomada de decisão frente a uma situação problema ou convencional.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v11i1.1324

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page