Análise dos recursos impulsionadores da vantagem competitiva - o caso BRF Foods

Jacir Favretto, Darlan José Roman, Simone Sehnem

Resumo


O objetivo deste artigo consiste em analisar a relação entre os recursos organizacionais e o desempenho competitivo da organização BRF Foods e são analisados à luz da Resource Based View. Trata-se de um estudo de caso, que foi desenvolvido numa agroindústria junto ao controller da unidade da BRF localizada no município de Concórdia-SC. Também foi realizada análise documental nos relatórios de sustentabilidade e de administração, referentes ao ano de 2014. Foi constatado que a tecnologia, o planejamento central de matéria-prima e o planejamento centralizado de vendas são considerados recursos. A melhoria das condições de uso dos recursos naturais (finitos) por meio de redução de consumo de água, redução do consumo de energia, programas para a sustentabilidade da agroindústria, dos suinocultores e dos avicultores são considerados recursos raros. Recursos difíceis de serem imitados são a formulação, P&D, tecnologia atribuída, a visão de mercado e a existência de contrato de exclusividade. Dentre os recursos organizacionais destacam-se a marca, a capacidade de distribuição estruturada, o desenvolvimento de novos produtos e os nichos de mercado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v11i3.1477

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page