A gestão de resíduos de uma oficina de manutenção de veículos pesados: Um estudo da logística reversa para as sobras de aço

Pedro Henrique de Oliveira Buono, Karina Tonelli Silveira Dias, Sergio Silva Braga Júnior

Resumo


Somado ao desempenho ambiental, a gestão da cadeia de suprimentos é cada vez mais importante no contexto empresarial. Desta forma, as empresas passaram a dar maior importância à gestão dos subprodutos e a destinação adequada dos resíduos gerados. Neste sentido, o objetivo do estudo foi analisar a gestão dos resíduos de aço gerados por uma oficina de manutenção de veículos pesados. Para tanto, foi realizado um estudo de caso em uma oficina de manutenção de veículos pesados do interior do Estado de São Paulo que presta serviços para as principais usinas do setor sucroalcooleiro da região. Os dados foram coletados durante um período de 18 meses e foram tratados através do método de Material Input Per Service unit (MIPS), o qual permite mensurar os ganhos ambientais proveniente do aproveitamento de um determinado material dentro da cadeia de suprimentos. Como resultado da venda do aço que seria descartado e que, por meio da logística reversa, volta a ser incluído no ciclo produtivo, constatou-se que 2000 toneladas de agua e 20 toneladas de ar deixam de ser poluídos e utilizados na produção deste novo material e mais de 245 toneladas de material abiótico deixaram de ser geradas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v12i3.1702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122