Abordagens teóricas sobre comportamento empreendedor: um estudo bibliométrico

Tiago Fonseca Albuquerque Cavalcanti Sigahi

Resumo


Pesquisas sobre empreendedorismo frequentemente resultam em inovações e novos negócios, além de subsidiar melhorias na atuação não só de empreendedores, mas também de investidores, governos e educadores. Frente ao crescente interesse da academia sobre comportamento empreendedor, diversos autores apontam a necessidade de sistematização da literatura sobre o tema. Esse artigo atende tal lacuna com enfoque nas seguintes abordagens: Effectuation, Bricolage, Co-creation, Exaptation e Improvisation. A abordagem metodológica é híbrida, combinando-se bibliometria, análise de redes e de conteúdo. Foram analisados 297 artigos indexados na ISI Web of Science publicados entre 2001 e 2018. Entre principais findings estão: a tendência de crescimento foi confirmada, com 77,8% dos artigos publicados nos últimos cinco anos; Saras Sarasvathy, que desenvolveu a teoria Effectuation, confrontando teorias clássicas consoantes com o Causation, é a autora de maior impacto; a produção científica concentra-se nos EUA, Inglaterra e Suécia, revelando oportunidades de pesquisa no Brasil; tendências de pesquisa envolvem o estudo do comportamento empreendedor nos contextos de pequenas empresas, sistemas complexos, ecossistemas de inovação e desenvolvimento sustentável e social.


Palavras-chave: Empreendedorismo. Comportamento empreendedor. Ação empreendedora. Bibliometria. Análise bibliométrica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i4.2297

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122