O Bolsa Família Aumentou a Eficiência para a Segurança Alimentar?

Jessica Suárez Campoli, Paulo Nocera Alves Junior, Tatiana Kimura Kodama, Isotilia Costa Melo, Daisy Aparecida do Nascimento Rebelatto

Resumo


A alimentação adequada é direito fundamental do ser humano, inerente à dignidade da pessoa humana e indispensável à realização dos direitos consagrados na constituição federal, devendo o poder público adotar as políticas e ações que se façam necessárias para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população. Dentre as muitas políticas brasileiras elaboradas para combater a fome desataca-se o Bolsa Família, implantado em 2003. Na literatura há indícios de que uma das causas da queda da insegurança alimentar foi o aumento da renda, onde os programas de transferência de renda como o Bolsa Família foram muito importantes. O objetivo desse artigo é determinar a eficiência relativa do Bolsa Família nas unidades federativas para a segurança alimentar. O método aplicado foi a Análise Envoltória de Dados (DEA) – Modelo Slack-Based Measure (SBM) assumindo Retornos Variáveis de Escala (VRS) para os anos de 2004, 2009 e 2013, em conjunto com análise de janela, e o método de desempate Índice Composto de Leta et al. (2005). Assim, os resultados após desempate mostraram que o estado onde o Bolsa Família foi considerado eficiente no período foi Santa Catarina.


Palavras-chave


Segurança Alimentar, Bolsa Família, Eficiência, Análise Envoltória de Dados

Texto completo:

PDF

Referências


ANAND, S.; HARRIS, C. 9 .Food and Standard of Living: An Analysis Based on Sri Lankan Data 370. The political economy of hunger, p. 297, 1990.

BANKER, R. D.; CHARNES, A.; COOPER, W. W. Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envelopment analysis. Management science, v. 30, n. 9, p. 1078-1092, 1984. ISSN 0025-1909.

BICKEL, G. et al. Guide to measuring household food security. US Department of Agriculture, Food and Nutrition Service, Office of Analysis, Nutrition, and Evaluation., 2000.

BRASIL.Conheça o Bolsa Família. Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário. Disponível em: Acesso em: abr 2017a.

______. Escala brasileira de segurança alimentar. Ministério Público Federal, 2004b.

______. Lei nº 10.836, de 09 de janeiro de 2004. Unificação de ações de transferência de renda do Governo Federal. Diário Oficial da União, 2004a.

______.Lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. Diário Oficial da União, 2006.

______.Transparência de Recursos para o Bolsa Família. Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria- Geral da União. 2017b.

CAMIOTO, F. C.; MARIANO, E. B.; REBELATTO, D. A. N. Efficiency in Brazil's industrial sectors in terms of energy and sustainable development. Environmental Science & Policy, v. 37, p. 50-60, 2014.

CARVALHO, A. T. D. et al. Métodos de análise em programas de segurança alimentar e nutricional: uma experiência no Brasil. Ciênc. saúde coletiva, v. 18, n. 2, p. 309-321, 2013.

CHARNES, A.; COOPER, W. W.; RHODES, E. Measuring the efficiency of decision making units. European journal of operational research, v. 2, n. 6, p. 429-444, 1978.

COELLI, T. J. et al. An Introduction to efficiency and productivity analysis. 2nded. Berlin: Springer, 2005.

COTTA, R. M. M.; MACHADO, J. C. Programa Bolsa Família e segurança alimentar e nutricional no Brasil: revisão crítica da literatura. Rev Panam Salud Publica, v. 33, n. 1, p. 54–60. 2013.

CUSTÓDIO, M. B.; YUBA, T. Y.; CYRILLO, D. C. Política de segurança alimentar e nutricional no Brasil: uma análise da alocação de recursos. 2013.

DATASUS. Número de crianças desnutridas até 12 meses de idade. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde 2017a.

______. Taxa de mortalidade infantil. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde 2017b.

FARRELL, M. J. The measurement of productive efficiency. Journal of the Royal Statistical Society. Series A (General), v. 120, n. 3, p. 253-290, 1957.

FERREIRA VINHAS, A. L. (In) segurança alimentar no Brasil: uma análise das políticas públicas dos governos de Lula. Cuadernos de Geografía-Revista Colombiana de Geografía, n. 19, p. 177-186, 2010.

GREENE, W. H. Econometric analysis. Pearson Education India, 2003.

HOFFMANN, R. Brasil, 2013: mais segurança alimentar. Segurança Alimentar e Nutricional, v. 21, n. 2, p. 422-436, 2014.

FMI. World Economic Outlook: Too Slow for too long. Fundo Monetário Internacional, 2017.

IPEA. Número de pobres. Instituto de Pesquisa em Economia Aplicada. 2017a.

_____. Número de extremamente pobres. Instituto de Pesquisa em Economia Aplicada. 2017b.

_____. Expectativa de vida. Instituto de Pesquisa em Economia Aplicada. 2017c.

MARIANO, E. B.; REBELATTO, D. A. D. N. Transformation of wealth produced into quality of life: analysis of the social efficiency of nation-states with the DEA’s triple index approach. Journal of the Operational Research Society, v. 65, n. 11, p. 1664-1681, 2014.

MARTINS, A. P. B. et al. Transferência de renda no Brasil e desfechos nutricionais: revisão sistemática. Revista de Saúde Pública, v. 47, n. 6, p. 1159-1171, 2013.

PNAD. Pesquisa Suplementar de Segurança Alimentar 2004/2009. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, 2017a.

PNAD. Pesquisa Suplementar de Segurança Alimentar 2013. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, 2017b.

RADIMER, K. L. et al. Understanding hunger and developing indicators to assess it in women and children. Journal of Nutrition Education, v. 24, n. 1, p. 36S-44S, 1992

RAMOS, C. I.; CUERVO, M. R. M. Programa Bolsa Família: a interface entre a atuação profissional e o direito humano a alimentação adequada. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 8, p. 2159-2168, 2012.

VILELA, D. L. Utilização do método analise envoltória de dados para avaliação do desempenho econômico de cooperativas de crédito. 2004. 144p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2004.

WOLF, M. R.; BARROS FILHO, A. D. A. Estado nutricional dos beneficiários do Programa Bolsa Família no Brasil-uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, 2014.




DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i3.2617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista GEPROS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122