Proposta de um método para geração de modelo de medição da sustentabilidade organizacional

Eduardo Guilherme Satolo, Iris Bento da Silva, Alexandre Tadeu Simon

Resumo


O termo sustentabilidade tem emergido como um indicador de sucesso e vitalidade organizacional, porém seu conceito é considerado impreciso e necessita ser mais bem estudado. Um dos modos para se alcançar a sustentabilidade organizacional é por meio do Sistema Integrado de Gestão. No entanto, definir o conceito de sustentabilidade é difícil e mensurar o quão sustentável uma empresa é torna-se mais complicado, embora existam na literatura modelos que tentem fazê-lo. Este artigo objetiva descrever as etapas para criação do modelo de medição do grau de sustentabilidade organizacional, focado nos conceitos em torno do Sistema Integrado de Gestão e da triple bottom line. Para atingir tal objetivo, conduziu-se um levantamento em fontes secundárias para identificar o processo metodológico para geração do modelo de avaliação da sustentabilidade organizacional. O processo metodológico adotado possui quatro fases que são detalhadas e discutidas ao longo do trabalho. Embora não seja conclusivo, pela necessidade da continuidade de estudos visando complementar lacunas existentes, este artigo contribui detalhando e explicando todas as etapas entorno da geração do modelo e alguns aspectos necessitam ser melhor explorados.

Palavras-chave: Sustentabilidade Organizacional; Sistema Integrado de Gestão; Modelo de Mensuração.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v7i3.601

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122