O crescimento econômico local na identificação de potenciais Aglomerados Produtivos no Brasil

Lara Lis Acha Kohler, José Arica

Resumo


O estudo de Aglomerados Produtivos (APs) no mundo tem chamado a atenção de agentes políticos e econômicos por se mostrarem importante instrumento para dotar de competitividade concentrações de pequenas e médias empresas atuando no mesmo setor econômico, ao aumentar a escala produtiva, o escopo, a especialização e a inserção em mercados mais exigentes. Em países como o Brasil, os APs se mostram fonte geradora de emprego e renda, contribuindo para o crescimento econômico local. Devido a isso, se desenvolvem políticas de apoio oficial aos APs. Entretanto, a natureza dessas organizações dificulta identificá-las e diversos esforços metodológicos com este fim vêm sendo realizados. O presente trabalho busca avançar na metodologia de mapeamento e classificação de APs no Brasil. Apresenta uma proposta baseada em metodologias que tomam como critério a geração local de empregos pelos aglomerados, à qual se adicionam, aqui, indicadores que permitem medir a qualidade do emprego por meio da renda local associada. A aplicação da metodologia proposta ao Estado de Rio de Janeiro, comparada com resultados recentes, mostra um maior refino quanto à identificação de potenciais aglomerados produtivos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v9i3.938

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122