Alocação de postos de observação da policia militar em uma cidade de médio porte: uma abordagem multicritério

Charles Miller de Góis Oliveira, Breno Barros Telles do Carmo, Maria Elisabeth Pinheiro Moreira

Resumo


A evolução dos índices de violência implica a adoção de estratégias para a proteção da população. As políticas de segurança pública devem focar a segurança preventiva, que tem o potencial de reduzir os índices de criminalidade. A alocação de postos de observação da polícia militar contribui para o aumento da segurança. Entretanto, dada a limitação de recursos, o número de unidades de observação é reduzido na maioria das cidades brasileiras. Uma alocação eficiente destes recursos é necessária para assegurar um uso racional dos agentes de segurança. Vários aspectos influenciam a decisão de instalação destas unidades, tornando este processo complexo. A abordagem multicritério é adequada para este tipo de processo decisório pois permite gerar e consolidar os conhecimentos do decisor. Os resultados obtidos apontam a alocação dos unidades de observação nos bairros mais que têm maior déficit social e maiores taxas de violência. Este trabalho formalizou o conhecimento tácito do gestor em conhecimento explícito. Com isso, as informações contidas no presente estudo podem ser disponibilizadas para outros gestores públicos que necessitem tomar este tipo de decisão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v10i3.1233

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page