Proposta para disposição final dos resíduos químicos identificados nos laboratórios do Campus da Fazenda Experimental/UNIVASF

Vivianni Marques Leite dos Santos, Laerton dos Santos Medrado, José Edilson dos Santos Júnior, Juliana Angeiras Batista da Silva

Resumo


Nas últimas décadas, os efeitos da poluição ambiental estão mais evidentes e, por isso, vêm sendo foco em várias discussões. Um dos principais responsáveis pela contaminação por resíduos químicos dos rios, mares, solos e ar são as indústrias de processos químicos. O reconhecimento de que a ação do homem gera avanços tecnológicos, mas acarreta sérias deteriorações ao meio ambiente, alerta para a necessidade de que o desenvolvimento de qualquer atividade deve conter previsão sobre os possíveis danos ambientais. Portanto, espera-se também, que os centros de geração de conhecimento estejam preocupados com o consumo dos recursos naturais e com os resíduos gerados por suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Apesar dos menores volumes gerados nas instituições de ensino superior, estas não devem ser consideradas menos importantes. Partindo disto, foi realizado um levantamento dos resíduos químicos gerados pelos Laboratórios da Fazenda Experimental/UNIVASF e proposto um procedimento para armazenamento e tratamento, levando em consideração seus custos, simplicidade e ampla aplicação dos vários tipos de resíduos gerados.

Palavras-chave: Química; meio ambiente; descarte.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v0i2.437

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122