Relações entre a intensidade de atividades de Gestão do Conhecimento, tempo de existência, número de clientes e localização geográfica de organizações de assessoramento empresarial: um estudo em empresas paranaenses

Sandra Rodrigues Barbosa, Cícero Aparecido Bezerra, Márcia Maria dos Santos Bortolocci Espejo

Resumo


O artigo aborda a intensidade de adoção de atividades e atitudes de Gestão do Conhecimento (GC) empregadas em organizações de assessoramento empresarial, no estado do Paraná. O estudo busca encontrar relações entre algumas atividades de GC e características destas empresas - especificamente, tempo de existência, número de clientes em carteira e localização geográfica. A pesquisa é motivada pelas hipóteses, empíricas, de que estas variáveis apresentam relação orgânica com a GC. Para testar as hipóteses utilizaram-se testes bivariados, não paramétricos. Os resultados encontrados mostram que a variação do número de clientes encontra-se relacionada com a intensidade com que as atividades organizacionais de GC são percebidas. Não se encontraram evidências que associem a localidade geográfica das empresas às atividades de GC. Porém, registraram-se indícios de que o tempo de existência das empresas pode estar relacionado com as atividades/atitudes de GC.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v8i2.934

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122