Balanceamento de montagens integrando o método CPM à simulação

Guilherme Hernani Vieira, André Brajão

Resumo


A manufatura enxuta é baseada na filosofia de reduzir o desperdício, isto é, produzir o modelo correto, no momento, quantidade e qualidade corretos. A manufatura clássica explora ao máximo a utilização das máquinas e postos de trabalho. Os resultados são maiores quantidades de peças em processo para justificar o tempo de preparação da máquina ou posto gargalos. Planejar requer maior entendimento sobre o impacto de cada atividade nos resultados. O método CPM possibilita explorar as relações das atividades com o lead-time – L.T. Este artigo apresenta a manufatura enxuta com o uso do método CPM (Critical Path Method) para obter melhor lead-time. A principal contribuição deste trabalho foi reduzir 50% do inventário em processo e aumentar em 155% a produção de peças. A pesquisa objetivou estudar a produção de produtos com demanda variável a fim de aumentar a capacidade utilizando a técnica do caminho crítico para explorar as relações do processo com os recursos humanos e o método de trabalho com diferentes tamanhos de lote. Foram analisadas diferentes quantidades de lote e traba-lhador para atender a demanda atual e futura. A proposta de utilização do método CPM foi avaliada através de simulações computacionais com dados reais de montagem de bombas de alta pressão.

Palavras-chave: Balanceamento. Produção Enxuta. Método CPM. Simulação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v32i4.958

Licença Creative Commons
Revista GEPROS - Gestão da Produção, Operações e Sistemas

http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

Locations of visitors to this page