Indústria audiovisual no território brasileiro: um estudo de patentes

Debora Regina Taño, Ana Lúcia Vitale Torkomian

Resumo


Com o objetivo de entender como se dá a exploração do setor audiovisual no Brasil no que diz respeito às tecnologias empregadas, realizou-se estudo das patentes requeridas no país com recorte de tal setor produtivo. A pesquisa se baseia na busca por pedidos de depósitos de patentes nas bases de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e da World Intellectual Property Organization (WIPO), utilizando termos relativos ao cinema e audiovisual. Desta forma, tem-se um panorama das tecnologias a respeito de suas origens, de sua exploração comercial no território brasileiro e da relação entre o audiovisual e a produção de inovação no país. O estudo apresenta uma proximidade entre as tecnologias audiovisuais e as demais tecnologias patenteadas no país, tanto em relação ao leve crescimento nos últimos anos, como ao número ainda inferior de pedidos brasileiros quando comparado aos estrangeiros. Nota-se também que o investimento em inovação neste setor, assim como nos demais, é uma importante forma de desenvolvimento e autonomia das indústrias nacionais.


Palavras-chave: Patentes. Indústria audiovisual. Inovação. Tecnologia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15675/gepros.v14i4.2349

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

e-ISSN: 1984-2430
GEPROS. Gest. prod. oper. sist., Bauru, São Paulo-SP (Brasil).

Departamento de Engenharia de Produção da Faculdade de Engenharia da UNESP - Bauru

Av. Eng. Edmundo Carrijo Coube, n° 14-01 Fone: 55-14-3103-6122